Do CB Poder

O novo presidente do Sindicato dos Delegados da Polícia Civil, Rafael Sampaio, é o entrevistado da semana do programa CB.Poder. Durante a conversa, Sampaio falou sobre a briga com o governo pelo reajuste salarial de 37% e disse que “há um desestímulo absoluto na Polícia Civil”. “O servidor, quando está desestimulado, ele não vai se sacrificar pela instituição e pelo governo. Não aceita fazer procedimentos sem observar todas as regras e regulamentos, isso causa um engessamento muito grande no serviço”, explica.

Para Rafael, o governo precisa abrir o diálogo com a categoria. “Temos os salários mais defasados do funcionalismo do DF e não observamos do governo nenhuma boa vontade. Há quase uma inação”, comentou o sindicalista.

Questionado sobre as críticas da sociedade ao movimento grevista, que tem causado o aumento da criminalidade, Rafael Sampaio garantiu que a corporação tem apoio popular. “Mais de 51% da população apoia nosso pleito. É interessante para todos que a gente saia desse movimento, mas a gente precisa ser minimamente atendido pelo governo. Estamos vendo servidores mudando de padrão de vida, deixando de dar a assistência que gostariam a suas famílias”.

Filiação